PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Por risco de afogamento, rios e lagoas devem ser evitados

Prefeitura de Arujá

PUBLICIDADE

Período de chuvas é ainda mais perigoso nesses locais.

Por risco de afogamento, a Defesa Civil de Arujá alerta a população a não nadar nos rios, lagoas, açudes ou represas de pedreiras desativadas da cidade. O hábito torna-se comum em épocas de temperaturas mais altas, mas não é indicado devido ao risco de morte.

Locais como a lagoa Mario Janela, na região do São Domingos, e uma pedreira desativada situada no território de Santa Isabel, popularmente conhecida como Lagoa Azul, estão entre os que devem ser evitados. No primeiro, aliás, a Prefeitura instalou uma placa indicando o perigo da prática do nado.

Temporais têm castigado Arujá nos últimos dias. Na segunda-feira, 3, choveu 80 milímetros em duas horas, o equivalente a 40% do previsto para fevereiro. Na quinta-feira, 6, houve alagamento e queda de muros na cidade.

PUBLICIDADE

Tópicos
Compartilhe
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE