13.6 C
Nova Iorque
segunda-feira, outubro 26, 2020
Error: Embedded data could not be displayed.
Início Política Preso, Márcio Oliveira estava rachado com José Luiz Monteiro
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Preso, Márcio Oliveira estava rachado com José Luiz Monteiro

- PUBLICIDADE -

Vice-prefeito foi preso na manhã desta quinta-feira

Alvo de prisão pela Operação Soldi Sporchi, da 4º Distrito Policial (DP) de Guarulhos, o vice-prefeito de Arujá, Márcio Oliveira (Republicanos), está rompido politicamente com o prefeito José Luiz Monteiro (MDB) há mais de dois anos. Os dois são alvos de Comissão Processante da Câmara Municipal, que pode culminar no impeachment da dupla até setembro.

Em 26 de junho, Márcio e José Luiz prestaram depoimentos no Legislativo na Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga suspeita de contratos irregulares na Prefeitura. Na ocasião, o prefeito disse que o vice quase não aparecida no Paço Municipal. “Faz tempo que não o vejo”, citou aos vereadores.

Ao Arujá Repórter, José Luiz comentou que o vice tem aspirações políticas e estava preocupado na pré-candidatura para prefeito. “Se ele (Márcio) não tem uma necessidade de trabalho na Prefeitura – a função dele é de expectativa – ele pode ficar os quatro anos fora de Arujá e comparecer quando for necessário. Ele está fazendo a campanha dele, como fez na região de Rio Preto para deputado (2018) e isso é a realidade. Ele não interfere, nem incomoda”, expressou.

Márcio foi secretário municipal de Educação na atual gestão, mas saiu do cargo no início de 2018. À comissão, afirmou que tinha divergências políticas com José Luiz, que não teria dado respaldo para ele desempenhar sua função na pasta. “Figuro injustamente na CEI. Não sou ordenador de despesas e não celebrei contratos”, respondeu à reportagem, naquele dia.

Márcio disse ainda que se “desiludiu” com José Luiz. “Entendi que o prefeito não precisava do meu auxílio”, explicou.

Investigação

Márcio foi preso na manhã desta quinta-feira (30) pela Polícia Civil de Guarulhos, na segunda fase da Operação Soldi Sporchi. Ele é suspeito de envolvimento em contratos irregulares da Prefeitura, que teriam ligação com o crime organizado. Há quase dois meses, um ex-secretário municipal de Segurança Pública foi detido pela mesma operação.

Com as prisões, cresce o clima político para o impeachment de José Luiz e Márcio. A Comissão Processante do Legislativo deve concluir o parecer, que precisará ser votado pelos vereadores, até setembro.

Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Mais lidas

Venda de gás de cozinha, acima de R$ 70, está irregular e deve ser denunciada

Consumidor deve denunciar locais que vendam gás de cozinha com preço abusivo. O Procon de São Paulo orienta os...

Posto de gasolina de Arujá é investigado por maior fraude em operação estadual

Operação Olhos de Lince, do Ipem, multou 63 postos de gasolina no Estado O Ipem (Instituto de Pesos e...

Confira os feriados e pontos facultativos em Arujá em 2020

Aniversário de Arujá e Corpus Christi caem na mesma semana. Após dois feriados seguidos, de Natal e Ano-Novo, nem...

Colapso de leitos na Grande SP deve ocasionar lockdown em Arujá

Fechamento dos comércios não essenciais está mantido até o final do mês O risco de Arujá entrar em lockdown...
- PUBLICIDADE -